PRONAF Mais alimentos

O programa Mais Alimentos do Governo Federal oferece uma linha de crédito para o pequeno agricultor brasileiro aumentar sua produtividade, auxilia o agricultor nos investimentos de infra-estrutura da propriedade rural em modernização e aquisição de máquinas e de novos equipamentos.

Vantagens:

  • Limite de R$ 330.000,00 para atividades de suinocultura, avicultura, carcinicultura (criação de crustáceos) e fruticultura;
  • Limite de R$ 165.000,00 para as demais culturas;
  • Prazo de 7 anos com carência de até 14 meses;
  • Juros pré-fixados de 4,% ao ano;
  • Limite de até 100% do bem financiado que não ultrapasse R$ 165.000,00.

Como adquirir:

  • O agricultor precisa ter a DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf);
  • Procure a entidade de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) do seu município e solicite a elaboração do projeto. Os técnicos avaliarão os dados cadastrais e a viabilidade do seu projeto;
  • Depois, avalie sua capacidade de crédito junto ao agente financeiro de seu município que opera com o Pronaf. Será feito um estudo, e o agente de crédito dará autorização para prosseguimento do projeto;
  • Procure a concessionária Agritech que comercializa o trator ou implemento escolhido em sua região para encaminhar o pedido. Concluída a negociação, solicite a emissão do pedido da concessionária e retorne à entidade de ATER para encaminhar o pedido, que será parte do projeto que vai para o agente financeiro;
  • O agente financeiro informa a aprovação da compra à entidade de ATER e à Agritech. A entidade de ATER informa ao agricultor e ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). A Agritech informa à concessionária;
  • O agente financeiro, com a informação dos dados referente ao bem financiado, preenche o instrumento de crédito e formaliza a operação de crédito;
  • A Agritech processa o faturamento, emite a nota fiscal e providencia o transporte do produto até o concessionário;
  • A concessionária encaminha cópia da nota fiscal do produto ao agente financeiro para liberação do financiamento e promove a entrega ao agricultor.

Mais informações: www.maisalimentosmda.gov.br